Desafio ao Galo, a copa do mundo da várzea!

No início da década de 70, muitos acontecimentos chamaram a atenção do mundo, na música, a banda Beatles que por muitos é considerada a maior banda de rock de todos os tempos, encerrou suas atividades após Paul McCartney anunciar que estava deixando a banda para seguir carreira solo, No futebol, a seleção brasileira vencia sua terceira copa do mundo e se consolidava como potencial mundial no esporte. Enquanto isso no Brasil as pessoas viviam o duro período da ditadura militar, época onde a censura imperava e todo conteúdo divulgado nas mídias, era fiscalizado de perto pelo governo de Emílio Médici que presidiu o Brasil entre 1969 e 1974.

Pelé e o General Médici celebrando o tricampeonato mundial.

Em meio a toda turbulência política vivida no país, a rede Record de televisão teve a iniciativa de criar um campeonato amador de futebol, que reunia times da várzea para disputas que eram transmitidas nas manhãs de sábados e domingos. O torneio levou o nome de “Desafio ao Galo”, “Galo” era a referência do time que vencia a partida, o desafiante ao “Galo” era sorteado e jogava no final de semana seguinte.

O torneio reunia times da várzea e de empresas nas disputas, inicialmente os jogos foram disputados no campo do Juventus, o “Moleque Travesso” do futebol paulista, posteriormente os jogos passaram a ser disputados no CMTC Clube. Criado em um momento onde o futebol de várzea vivia seu auge, o torneio reunia muitas pessoas para acompanhar as disputas, pessoas que se organizam e saiam de seus bairros para irem torcer pelo time da sua comunidade.





O torneio que era transmitido pela tv, tinha grande aceitação do público, as pessoas ficavam ansiosas durante a semana, pelas partidas que seriam transmitidas no final de semana. Pelo torneio passaram diversos jogadores que posterior a sua participação no torneio, viriam a rodar o mundo da bola como jogadores profissionais, atletas como Casagrande, Viola, Juninho Paulista que vestiram a amarelinha, são casos que entraram em campo disputando o torneio, um caso curioso que passou pelo torneio, é o do Pentacampeão brasileiro, o lateral direito Cafu, o atleta que para muitos foi revelado pelo São Paulo Futebol Clube, foi visto pelo técnico Telê Santana em uma disputa do Desafio ao Galo e convidado para treinar no tricolor paulista. Anos depois Cafú se consagrou como um dos maiores laterais direito do futebol mundial.

Cafú erguendo a taça do pentacampeonato mundial em 2002



O torneio além de revelar jogadores memoráveis, revelou figuras que estão na telinha até hoje, Fausto Silva, Tiago Leifert, são nomes influentes na tv brasileira que passaram pelo torneio como jornalistas.

Fausto Silva, “Faustão” acompanhando uma partida do Desafio ao Galo.

No início dos anos 90 o torneio foi extinto, as manhãs dos finais de semana da época, são gratas lembranças na memória de quem viveu o torneio, que fora considerado a copa do mundo da várzea. Na internet ainda é possível encontrar alguns materiais como vídeos e fotos da época em que o torneio era disputado.

 

Roger Marques

Redator do site www.avarzea.com.br e colunista do site www.spfc24horas.com.br

2 comentários em “Desafio ao Galo, a copa do mundo da várzea!

  • janeiro 11, 2019 em 1:47 pm
    Permalink

    Lendo a matéria, bateu uma nostalgia, daquelas que enchem os olhos de lágrimas. O “Desafio ao Galo” era ao desejo de todos os times de várzea de São Paulo e Capitais, chego a me arrepiar só em lembrar como era gostoso assistir aos jogos transmitidos pela TV no domingo de manhã, sentia um prazer inexplicável, nós varzeanos sentíamos representados pelas equipes, qual fossem elas. “Que saudades”.
    Da mesma forma posso dizer sobre a “Copa Kaiser”, que não existia premiação em dinheiro, somente troféus e medalhas, diferentemente do que ocorre hoje nos campeonatos varzeanos, porém nenhum deles supera a Copa Kaiser, que em uma final chegou levar quase 20 mil torcedores ao Pacaembu… Os organizadores deveriam repensar sobre esses campeonato…

    Resposta
    • janeiro 16, 2019 em 8:41 am
      Permalink

      Obrigado pela atenção Claudio.
      Forte Abraço Guerreiro.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *