CONAFUT 2019 – A EXPÊRIENCIA DO FUTEBOL

anúncieO Futebol em foco com visões de responsabilidade, atualização de conceitos e inclusão, assim podemos definir a 3º edição da Conferência Nacional de Futebol, o CONAFUT. Nos dias 16 e 17 de maio, no espaço sociocultural – Teatro CIEE, rolou mais uma edição do evento que reúne profissionais do futebol, para debater temas relevantes ao esporte mais “curtido” do Brasil. Quem teve a possibilidade de acompanhar presencialmente, além de poder interagir com os temas abordados, foram apresentados a tendências mundiais que estão sendo aplicadas ao futebol e devem ter saído da conferência com a sensação de que novos tempos estão por vir, as gestões do futebol, estão se renovando e a transição é evidente. Alguns sortudos ainda levaram para casa premiações que foram sorteadas nos intervalos de cada atividade apresentada ao público, outros foram reconhecidos pela excelência apresentada dentro e fora de campo, um evento grandioso para honras merecidas.

  • Os Painéis de debate.

Contando com a participação figuras ilustres do mundo do futebol, Mauro Silva, campeão mundial pela seleção brasileira, atualmente vice-presidente da FPF, Juninho Paulista, ex-atleta, que obteve bons resultados durante o processo de estruturação do Ituano Futebol Clube, no presente exerce a função de diretor de desenvolvimento da CBF. Estes são alguns dos nomes que participaram das mais de 20 horas, de conteúdo que foram discutidos, com o viés de apresentar as possibilidades que o futebol brasileiro possui no atual momento, o link entre cada tema foi crucial para que o espectador pudesse compreender tudo o que está relacionado ao futebol e como questões importantes de gestão interferem no resultado dentro de campo.



O Grêmio que é uma das equipes com o futebol mais vistoso dentro de campo no momento, conseguiu comprovar que com boas práticas aplicadas na gestão de futebol, responsabilidade e compromisso com o torcedor, é possível atualizar os conceitos sobre futebol, mesmo convivendo diante de todas as pressões que o futebol emprega sobre gestores. A equipe do Rio Grande do Sul foi vencedora em diversas categorias, Carlos Amoedo, CEO da equipe tricolor imortal, foi um dos congratulados durante o evento e participou de um dos painéis apresentados, sua fala sobre a importância de se ter planos de respostas as incidentes, foi crucial para que se pudesse interpretar a relevância desse tipo de melhoria, a exemplo do ocorrido no Ninho do Urubu, onde ocorreu um incêndio nos alojamentos das categorias de base e poucas pessoas estavam preparadas para responder prontamente esse tipo de cenário, estar preparado para incidentes é algo aplicado ao dia a dia e essa cultura devem ser levadas em consideração.

  • Futebol feminino em foco!

Uma categoria que historicamente, sempre foi tratada com menos importância de uma forma geral, já esteve presente em outras edições do CONAFUT, e mais uma vez ficou em evidência, dessa vez com representações que mostram a força do espaço que as mulheres estão conquistando na sociedade. Competições que estão sendo realizadas com divulgação e organização que era restrita a torneios masculinos, denotam que existe um público que está bastante envolvido com o esporte, as mulheres estão sendo reconhecidas como “fãs de esporte”, estão consumindo e assim como os homens, tem um elo forte com o futebol. As obrigações que estão sendo impostas as equipes para que o futebol feminino seja respeitado, como no caso da Copa Libertadores que passou a exigir que seus participantes possuam equipes femininas, para que possam participar do torneio continental. É duro ter que imaginar que ainda convivemos com essa distinção, mas o momento é de transformação, as mulheres precisam ser respeitadas. O futebol de várzea também teve o seu espaço respeitado, Julia Vergueiro, Presidente do Pelado Real Futebol Clube que é uma agremiação do futebol de várzea que foi criada para o público fêminino e que é administrada por um grupo de mulheres, mostra que assim como no futebol profissional, no futebol amador, também tem mulheres lutando pelo seu espaço. A mandatária do time da zona oeste de São Paulo e blogueira do espnW, foi uma das participantes da mesa redonda que abordou o tema, “Novo Regulamento de Clubes e o Desenvolvimento do Futebol Feminino”, a jornalista ressaltou os impactos que o futebol tem provocado nas meninas que fazem parte da escolinha de futebol da sua equipe, o futebol tem o papel de formação de cidadãos, além do preparo fisíco e técnico do atleta.

  • A experiência sobre Futebol

Seguindo os mesmos rumos de cenários do futebol mundial que são referências atualmente, a importância de se interpretar o futebol como uma experiência única, foi um dos temas abordados que mais contextualizou a evolução do futebol brasileiro, a sensação do torcedor como fã de futebol, começa a ter outras perspectivas, o laço entre sentimentos que o futebol sempre provocou e a visão de profissionais especialistas em provocar emoções, está cada vez mais forte e a tendência é passarmos a viver momentos de mais envolvimento com o futebol. Um verdadeiro avanço para um mercado que se contentava em ganhar competições e tinha uma segregação visível entre torcedores e suas equipes.

As transmissões de futebol também tiveram o seu espaço entre os debates, na era da tecnologia onde o Streaming, tem passado cada vez mais a fazer parte do dia a dia das pessoas, entre filmes, seriados, que estão na palma da mão, para o futebol brasileiro não será diferente, com participação do vice-presidente de Jornalismo e Produção da ESPN, João Palômino, o tema “A Transformação do Mercado de Transmissão Esportiva” encerrou o evento com chave de ouro, rede de programação de esportes e entretenimento, foi participante ativa da conferência, com a disponibilização de mediadores para os painéis, nomes como Alex Tseng que apresenta o futebol no mundo, trouxeram sua visão criteriosa sobre cada tema discutido.

A experiência de futebol começou ali, no CONAFUT mesmo, o evento proporcionou grandes possibilidades de networking e entre a apresentação dos temas, a troca de ideias serviu para todos poderem ampliar seus horizontes, com o apoio de grandes patrocinadores, o resultado não poderia ser melhor, muita organização, prêmiações valorosas e uma idéia de futebol atualizada. Esse foi o resultado do maior evento sobre futebol do país.

A organização ficou por conta da Escola de Negócio Trevisan em parceria com a THE 360, para ver as fotos e assistir aos vídeos do evento, clique aqui.

Os vencedores das prêmiações que visaram reconher as melhores práticas de gestão no futebol, foram os seguinte:

  • Melhor CEO – Carlos Amodeo – (Grêmio)
  • Melhor Executivo de Marketing – Beto Carvalho (Grêmio)
  • Melhor Executivo Financeiro – Fabiano Wurdig (Grêmio)
  • Melhor Executivo de Futebol – Rui Costa dos Santos (Athletico)
  • Melhor Projeto de Futebol Femino – (Corinthians)
  • Melhor Comissão Técnica – (Grêmio)
  • Melhor Departamento de Análise de Desempenho – (Athletico)

A premiação do START CUP, competição de Startups voltadas a indústria do futebol, ficou com o projeto assinado pela Sensorial Sports, que promove a utilização de avaliações cognitivas em prol da melhoria de desempenho de atletas. Milton Avila é o responsável pelo projeto, para saber maiores informações sobre essa nova ferramente, acesse,  www.sensorial.com

INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE:
*******PROJETO VARZEANOS*******
SIGA AS NOSSAS REDES SOCIAIS
FACEBOOK.COM\AVARZEA
INSTAGRAM: @PROJETOVARZEANOS
TWITTER: SITE_AVARZEA

Roger Marques

Redator do site www.avarzea.com.br e colunista do site www.spfc24horas.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *