Preto e Branco 1 x 1 E.C Mocidade | A várzea

O Preto e Brando do Jardim Coimbra enfrentou na manhã de domingo 10 de junho de 2018, o E.C Mocidade Itaquerense pelas quartas de final da 36º Copa Master Arthur Alvim, a competição que está em sua fase decisiva está marcando história, o bom futebol e a raça que os atletas estão demonstrando, estão fazendo os varzeanos que acompanham a copa, admirados e empolgados com a possibilidade de seus times avançarem até a final do campeonato. A outra partida válida pelas quartas de final foi entre, E.C São Carlos e Tornado G.E, por enquanto vamos falar do primeiro jogo do dia. Preto e Branco x E.C Mocidade.

Tanto a equipe do Jardim Coimbra quanto o time Itaquerense fizeram bons jogos desde o inicio da competição, a expectativa para o jogo não poderia ser maior, dentro de campo os times não deixaram a desejar, o primeiro tempo de poucas chances claras de gol, foi mais marcado pela boa marcação dos times, no entanto alguns lances foram importantes, com 19 minutos numa cobrança de falta do 10 do Preto e Branco, Anderson, o goleiro Márcio estava atento e realizou uma boa defesa.





O Mocidade chegou a marcar um gol aos 23 minutos, mas o auxiliar invalidou o lance, veja a jogada e tire suas conclusões.

O lance discutível não desanimou o Mocidade, o time Itaquerense passou a pressionar o Preto e Branco em busca de abrir o placar, próximo do fim da primeira etapa, uma bola mal tirada da defesa do Preto e Branco, quase complicou o time.

No segundo tempo o Preto e Branco criou algumas chances de perigo até que aos 16 minutos, o camisa 9 Ueverton, recebeu um passe do 11 Saymon, encontrou um espaço entre os marcadores e bateu para o gol, o chute do atacante saiu mascado e como em uma jogada de sinuca a bola foi chorando para o gol. 1 a 0 Preto e Branco!

O Mocidade pareceu sentir o gol tomado, o time não conseguia criar jogadas de perigo, apesar de demonstrar muita raça o time Itaquerense não levava muito perigo em seus ataques, as jogadas de pressão deixavam espaços em sua defesa, com 24 minutos o Preto e Branco teve a chance de matar o jogo, o camisa 9 Ueverton saiu em disparada pela direita e cruzou para Saymon, o atacante ficou com o gol livre para marcar, mas seu chute saiu tirando tinta da trave.

Quando o jogo se encaminhava para uma classificação do Preto e Branco o camisa 10, Renato do Mocidade não desistiu de uma jogada e conseguiu marcar um gol salvador.





O jogo seguiu empatado e com o apito final a decisão da vaga ficou para as penalidades, o resultado você vê abaixo!

*As referências dos nomes dos atletas são retiradas das súmulas.

Roger Marques

Redator do site www.avarzea.com.br e colunista do site www.spfc24horas.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *