PIONEER VENCE NOROESTE NOS PÊNALTIS PELA COPA NEGRITUDE 2018

Confirmando as previsões das pessoas que tem muita história na várzea, a Copa Negritude SportAção 2018 segue trazendo aos espectadores partidas de futebol de alto nível, aos fãs do futebol profissional que presenciaram o Palmeiras como campeão do Brasileirão Assaí 2018 na disputa de pontos corridos. Na várzea o que manda é o mata-mata.




Muitos dizem que de alguns anos para cá a varzea está lotada de “Copas”, “antigamente era só a Kaiser e mais algumas” palavras de um torcedor anônimo, verdade seja dita, hoje em dia tem Copa para todo mundo e se isso é bom ou ruim, depende muito da forma como se vê esse contexto, muitas competições servem para manter as agremiações em funcionamento e são úteis para manter a comunidade ativa.

Organizar uma competição não é uma tarefa simples, vemos o trabalho que possui seu Kuka com a Copa Alvim, observamos Zé Roberto nos finais de semana na sede do Negritude F.C, esses caras dão o sangue para que tudo ocorra dentro do esperado. Guardado as proporções, o futebol como um todo tem caminhado lado a lado com a violência, não é só na várzea que se tem visto casos de violência, a final da maior competição sulamericana, a Conmebol Libertadores 2018 teve sua final adiada devido a bestial violência dos torcedores do River, que chegou ao ponto de ferir o olho do capitão do Boca, Pablo Perez.

Essa violência precisa ser esclarecida, em todos os setores da sociedade existem pessoas inconsequentes, o futebol é dos ambientes onde a linha entre a razão e a emoção é bem tênue, mesmo com tanto sentimento envolvido, precisamos refletir, será que um juiz que não toma a decisão correta, não merece ser afastado de partidas, ao ser espancado em campo em um cenário que beira a covardia, afinal são vários contra um.




Não existe justificativa para a violência, é um fato que no futebol ninguém tem “sangue de barata”, mas determinadas atitudes podem ser evitadas. Até mesmo em prol do bem do próximo, no futebol estão as famílias, esse esporte ainda é a preferência nacional e temos que dar o exemplo para as futuras gerações.

Antigamente era só a Kaiser e pronto e mais algumas. (torcedor anônimo) 

O Jogo

Em campo Pioneer e Noroeste deram exemplo de determinação, as equipes se entregaram do ínicio ao fim, Com um elenco repleto de bons atletas, essas duas equipes não entram em competições para fazer corpo presente, Pioneer e Noroeste são equipes que sempre que entram em campo dão um belo espetáculo e dessa vez não foi diferente.

Com um empate de 1 a 1 no tempo normal, a decisão do clássificado a próxima fase da Copa Negritude SportAção 2018 ficou para os pênaltis, a estrela do goleiro Celso brilhou, mas esse foi o fim do jogo, a história desse grande duelo você vê agora:





Roger Marques

Redator do site www.avarzea.com.br e colunista do site www.spfc24horas.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *