E.C São Carlos 0 x 0 Tornado G.E | Uma grande decisão

No último domingo 10 de junho, aconteceu mais uma rodada de jogos da 36º Copa Master Arthur Alvim, com certeza a copa do “seu Kuka” vai deixar um grande legado, pelo fato de chegar em sua 36º edição, a competição é um grande sucesso, para muitas pessoas que vivem na várzea, o fato de o campo ser o famoso “terrão” é um ponto que desqualifica a copa, não é isso que estamos vendo, ao contrário, muitas pessoas nos falam coisas boas sobre ter jogado na copa Alvim desse ano, depoimentos de times que ficaram chateados por serem eliminados, nos garantem que essa competição tem muito valor,  é válido dizer que seu Kuka tem a intenção de fazer muitas melhoras em sua infraestrutura, mas seu pensamento é atender bem os times, e isso está sendo feito dentro do esperado. Mais uma vez parabenizamos à todos os envolvidos na organização, e recomendamos a Copa Master Arthur Alvim para os times que estiverem atrás de boas competições.




Voltando aos jogos, no primeiro jogo do domingo o Preto e Branco eliminou o E.C Mocidade nas penalidades, o jogo de muita emoção preparou o ambiente para a segunda partida do dia, E.C São Carlos x Tornado G.E, o duelo entre os times que até o momento não haviam perdido na competição, havia começado antes de a bola rolar, os torcedores do Popeye da Leste começaram a se reunir no entorno da Associação Atlética Arthur Alvim, antes de a partida começar.

Enquanto as penalidades do jogo anterior rolavam, dentro do vestiário do E.C São Carlos, os atletas colocavam seus uniformes e resenhavam ao bom e velho modo boleiro, o momento ficou registrado pela alegria em celebrar o nascimento do filho de um dos membros da equipe…

Passada a descontração o time começou a se concentrar para a partida, os líderes tomaram a palavra e esse momento foi único, para quem acha que a várzea está perdendo sua essência, esse registro fala muito, diz sobre a garra e empenho de todos em busca de um objetivo único. O momento de oração foi tão intenso que ao final da oração, uma das luzes do vestiário que estava apagada ascendeu de forma espontânea, impressionante!

O E.C São Carlos entrou em campo ao som de sua torcida, os presentes fizeram uma grande festa desde o inicio da partida, porém o futebol se vence com a bola rolando e do outro lado tinha um dos favoritos ao título da 36º Copa Master Arthur Alvim, o Tornado G.E veio com uma proposta de jogo de contra-ataque e estava disposto a entregar tudo em campo para conseguir chegar a semifinal da competição.

O jogo começou e o São Carlos empolgado com a presença dos seus torcedores, tentou impor seu estilo de jogo comprimindo a defesa do Tornado, o Tornado por sua vez, garantia que a bola não chegasse com muito perigo para o seu goleiro, o time da cohab II demonstrou muita organização defensiva em todos os jogos que disputou e nesse momento essa postura foi importantíssima.

Das poucas falhas defensivas no jogo, na metade do primeiro tempo, uma saída de bola errada do Tornado, quase terminou em um gol de cobertura do veloz atacante Jeferson do São Carlos. 





A maior parte das chances do jogo foram em lances de bola parada, ainda no primeiro tempo, próximo dos 40 minutos, o São Carlos quase abriu o placar em uma cobrança de falta de Jailton, no lance o goleiro Clésio estava atento e fez uma boa defesa.

No segundo tempo o São Carlos diminui seu ritmo de jogo e o Tornado com a sua proposta de contra-ataque também teve a sua chance, o lance que poderia ser histórico por pouco não foi concluído em gol.

A partida pode ser questionada por muitos, por não haver chances claras de gol, mas a qualidade defensiva dos times fez a diferença, as duas defesas trabalharam bastante atentas aos ataques dos adversários e conseguiam interceptar as jogadas, o 0 a 0 no placar só aumentava o nervosismo dos times e dos torcedores, faltando 10 minutos para o fim da segunda etapa, o São Carlos novamente chegou com perigo, enquanto sua torcida batucava e cantava do lado de fora, uma cobrança de falta de Jefferson passou por cima do gol de Clésio e foi um dos últimos lances de perigo da partida.

Para aumentar a ansiedade de todos, a partida terminou em 0 a 0, o goleiro Clésio que foi mais exigido durante a partida demonstrava bastante concentração e poderia se sagrar como o responsável pela classificação do Tornado, o goleiro Diego do São Carlos que não foi tão exigido, demonstrava muita confiança no seu trabalho e assim os times foram para a cobrança dos pênaltis. O resultado das cobranças dos penais iria decidir um classificado, mas diante de toda a trajetória dos times, qualquer um dos dois que avançassem, seria merecedor. Confira quem levou a melhor e avançou na 36º Copa Master Arthur Alvim.

penalidades





Saudamos as equipes que participaram do jogo, foi uma partida que não deixou nada a dever, emoção, raça, espírito de grupo, todas essas qualidades somadas a festa feita pelos torcedores do lado de fora, com certeza vai marcar essa edição da copa, o torneio ainda nem terminou e já tem muita história pra contar!

Agradecemos a comissão técnica, jogadores e torcedores do E.C São Carlos por apoiar nosso trabalho e permitir que os registros fossem realizados. Ao Tornado G.E agradecemos a todos por nos prestigiar e desejamos muita sorte nas próximas competições, esse time é um dos exemplos de respeito com o próximo e isso deve ser lembrado! 

*As referências de nomes dos jogadores estão associadas as súmulas das partidas. 

 

 

 

 

Roger Marques

Redator do site www.avarzea.com.br e colunista do site www.spfc24horas.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *