Botafogo (cid. Líder) 2 X 2 Tornado | A várzea

A 36º Copa Master Arthur Alvim chegou a sua quinta rodada e no último domingo, dia 15 de Maio, tivemos o que pode ser visto como a essência do futebol de várzea. Todos os três jogos foram grandes disputas, com muita raça em campo e um clima de briga pela classificação para a próxima fase da copa, quem estava nas dependências do campo do Alvim e assistiu aos três jogos, voltou para casa com lembranças que ficarão marcadas na memória, um gol de falta de goleiro, a lá Rogério Ceni, um gol de cobertura que como disse um dos jogadores, vale o Puskas da várzea, e muitos outros lances inesquecíveis.

O terceiro jogo do dia válido pelo grupo G, trouxe a campo o Botafogo da Líder que havia sido derrotado por 3 a 2 em sua estreia na copa frente ao Último Gole e, do outro lado estava o Tornado G.E da cohab José Bonifácio que estava estreando na copa e precisava de um bom resultado para poder ir decidir no último jogo da chave, contra o Último Gole a liderança do grupo.

A partida foi movimentada do início ao fim, as condições do campo que já havia sido afetado pela chuva não impediu que as equipes realizassem um bom espetáculo, o primeiro gol da partida saiu com 7 minutos em um lance onde o camisa 10 do Tornado, Valmir,  mostrou seu faro de gol após receber um lançamento e bater cruzado, sem chances de defesa para o goleiro, Alexandre, que substituía o goleiro Renan que fora expulso na primeira partida do Botafogo na copa.

Ainda no primeiro tempo o Botafogo conseguiu igualar o placar, num chutão vindo da defesa do time, o camisa 17, Francisco, saiu cara a cara com o goleiro, Clésio, do Tornado e tocou por cobertura. 1 a 1 no placar e os times foram para o intervalo empatados.

No segundo tempo a bola rolou com um pouco mais de dificuldade devido as condições do campo e a chuva que novamente se fazia presente, no entanto os times conseguiram manter o nível do espetáculo e a partida ganhou mais emoção aos 17 minutos, num lance de ataque do Botafogo, a bola bateu no braço do defensor do Tornado e o Juiz assinalou a penalidade. O camisa 9 do Botafogo, Robson, foi o escolhido para a cobrança, o atacante correu pra bola e mandou um chute alto no canto esquerdo do goleiro, Clésio, indefensável, na comemoração o atacante esbravejou o nome do seu time! “Vamos Botafogo C…”





Com a virada no placar, O Botafogo estava dando um passo importante para a sua classificação até que aos 27 minutos o Tornado novamente chegou ao empate, dessa vez num lance de bate e rebate na área do Botafogo após uma cobrança de falta, no lance a bola sobrou para o camisa 6, Marcos Pereira, que conseguiu chutar a bola para o gol, o goleiro Alexandre chegou até a defender o chute, mas a bola passou por suas mãos e morreu no fundo da rede. 2 a 2 no placar e assim terminou a partida.

O resultado final do jogo deixou o Botafogo da Lider numa situação complicada, o time vai ter que torcer para uma vitória do Último Gole frente ao Tornado para que eles possam se classificar, o Tornado por sua vez, precisa apenas de um empate para se garantir na próxima fase da 36º Copa Master Arthur Alvim.

Roger Marques

Redator do site www.avarzea.com.br e colunista do site www.spfc24horas.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *